Trabalhando com Política e Cidadania (9º Ano)

Visitação à Câmara de Vereadores de Esteio

No Brasil, como podemos acompanhar nos noticiários e no nosso dia a dia, política significa corrupção ou maus serviços públicos prestados – a uma confusão acerca do seu papel social. No ambiente escolar não poderia ser diferente, a simples pergunta o que política significa para você? Tem como resposta a sentença irrefletida, qual seja, política significa “coisa ruim”. Desse modo, o trabalho em sala de aula com essa temática passa, inicialmente, por uma quebra dos preconceitos – muitos inculcados pelos grandes meios de comunicação.

A partir do ano passado, tenho utilizado o livro “Somos filhos da Pólis: investigação sobre Política e Estética” (utilizo a 5ª ed.) de Silvio Wonsovicz, que faz parte da coleção que havia falado em post anterior. Essa coleção é desenvolvida por dois autores, o Silvio e o Alberto Thomal, o primeiro trabalhando mais orientado para a Ética e a Política e, o segundo, trabalhando mais com teoria do conhecimento e lógica. Em relação ao trabalho dos dois, no entanto, acho os textos elaborados por Silvio de mais fácil compreensão e mais instigantes que os textos de Thomal. Não quero dizer, com isso, que o trabalho do Thomal é ruim, muito pelo contrário, dado o tema abordado por ele – que é sempre difícil para o ensino fundamental -, ele dá conta do recado.

Feita as devidas considerações, posso iniciar pela primeira atividade que desenvolvi, que consiste numa investigação acerca da ideia de que a política não serve para nada. Para isso, propus aos alunos uma pequena entrevista que eles deveriam fazer com os seus familiares, na qual três perguntas norteariam: 1) O que a palavra Política te faz lembrar?; 2) O que você acha que faz você ter essa opinião sobre Política? e, por fim, 3) Onde você busca informações sobre os acontecimentos políticos?. A essas três perguntas, cada aluno poderia agregar outras. Essa atividade iniciar tinha como princípio investigar as razões que levam uma pessoa a dizer a política é algo ruim.

Anteriormente a essa entrevista proposta, discutimos o conceito de Política, a partir daquilo que os alunos comentavam. Geralmente, quando quero discutir um conceito, escrevo-o no quadro e peço para os alunos falarem aquilo que vem na cabeça deles, uma espécie de brainstorm, e vou problematizando o que eles falam, dialogando com eles. Desse modo, parto daquilo que eles sabem e não os ensino a pensar – como o senso comum pedagógico diz que devemos fazer -, mas fazer com que eles qualifiquem as suas opiniões.

No dia em que eles trazem as suas entrevistas, peço para cada um ler as respostas e vou registrando no quadro, assim, eles vão visualizando as respostas e comparando. Após esse processo, que pode durar um período inteiro (55 minutos), provoco os alunos buscando mostrar para eles que, diferentemente do que as opiniões dos entrevistados mostram, a Política é uma atividade humana que desenvolvemos mesmo quando abrimos mão dela, ou seja, abrir mão da Política é uma ação Política que faz com que alguém tome decisões por você. É claro que é necessário fazer uma análise etimológica da palavra Política, que vai fazer com que o professor tenha que abordar a Política na antiguidade.

Para não me estender muito nesse post, gostaria de propor uma lista de temas ou atividades que, após esse primeiro contato filosófico com a Política, podem desenvolver um conjunto de aulas que podem culminar numa ação Política, tais como, criar um Grêmio Estudantil, propor melhorias na escola ou, o mais simples, fazer uma visita à uma instituição política, no meu caso, visitei a câmara de vereadores de Esteio e contei com o apoio de um vereador, que pode falar do seu trabalho e da importância dele para a vida dos alunos. Segue a baixo a lista de temas, que são propostos no livro que supracitei, e que podem instigar a elaboração de uma série de aulas:

1) Problematização do poema “O Analfabeto Político” de Bertold Brecht,articulando-a com o conceito de idiotés, uma categoria política grega que se refere à pessoa isolada que abre mão da vida política.

2) Discussão sobre o conceito de Política relacionado-a com Convenções Sociais, as Leis e a Organização Social, investir o porquê de existirem Leis. Questão: É possível existir organização social sem leis?

3) Discussão sobre a ideia de que o Homem é um Ser Social e Político, aqui pode ser discutida o pensamento de Aristóteles sobre o tema. Podendo estender para a discussão sobre preceitos Políticos, tais como as noções de isonomia e isegoria.

4) Discussão sobre a noção de Estado, podendo apresentar um panorama histórico sobre como o conceito foi se desenvolvendo.

5) Discussão sobre Participação Popular e Democracia, apresentando noções como democracia direita e indireta, bem como formas de a população atuar politicamente para além do voto. Nesse sentido, é possível apresentar formas mais palpáveis de ação política, reencontrando a conexão entre Política e a vida cotidiana.

Anúncios
Este post foi publicado em Ensino de Filosofia, Ensino Fundamental, Filosofia Política e marcado com a tag , , , , , em por .

Sobre Marcos Goulart

Doutorando em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul na Linha de Pesquisa "Estudos Culturais em Educação. Pertence ao Núcleo de Estudos sobre Currículo, Cultura e Sociedade (NECCSO)". Possui mestrado em Psicologia Social e Licenciatura em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atua como pesquisador em dois projetos de pesquisa vinculados à UFRGS, a saber, "A inclusão escolar e as avaliações em larga escala: efeitos sobre o currículo e o trabalho docente na Educação Básica" e "Educação e Micropolíticas Juvenis", ambos relacionados à educação escolar e à discussão sobre juventude. Os seus temas de pesquisa concentram-se nas temáticas avaliação em larga escala, culturas juvenis, ensino médio e ensino de filosofia.

2 ideias sobre “Trabalhando com Política e Cidadania (9º Ano)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s